A época das férias é tradicionalmente, para as escolas, o momento que elas têm para recompor o espaço com manutenções, reformas ou até novas construções. É o famoso ditado: “descansa enquanto carrega pedra” – literalmente. A arquiteta Arlete Falcão, especialista em projetos para escolas, veio aqui no blog da Tuneduc dar dicas incríveis para uma reforma escolar sem atropelos. 

Reforma escolar: se prepare com antecedência

Parece óbvio, mas muitas vezes a falta de planejamento com antecedência é a causa de muitas reformas atribuladas que acabam até se estendendo pelo início do ano letivo. Você já tem em mente tudo o que precisará ser feito? Tem dúvidas ou falta de clareza quanto as prioridades – quais os reais problemas de espaço físico a serem enfrentados?

Avalie o espaço escolar

  1. Pergunte aos pais e alunos – seus principais clientes – sobre qual a opinião deles sobre o espaço escolar. Você pode fazer isso usando uma pesquisa de opinião. Os alunos são uma fonte valiosa de como melhorar e diferenciar este espaço. Veja aqui algumas das opiniões extraídas de questionários de avaliação do espaço escolar,  vindas de alunos:

[Vídeo]: O que você acha que deveria melhorar no espaço da sua escola?

Outras possibilidades:

  1. Pergunte a sua equipe, sobre qual seriam os locais que devem ser abordados na próxima reforma e porquê. Eles estão em contato direto com seu público no dia a dia, vão, com certeza, acrescentar muito; 
  2. Ande pela escola, observe, tire fotos dos ambientes e analise. Observação focada pode lhe trazer boas conclusões; 
  3. Solicite a avaliação do espaço escolar, feita por profissional especialista em espaços escolares – ou seja – um arquiteto(a) com vivência em projetos educacionais. Seu olhar profissional, mesmo que não esteja vivendo o dia a dia da escola, poderá ampliar e lhe trazer uma visão de alguém que está de fora.

Avaliou o espaço da escola? Então, agora: 

  • ANALISE as respostas recebidas e suas próprias observações;
  • TABULE, faça estatísticas;
  • PRIORIZE;
  • DEFINA quais serviços serão objeto da próxima reforma;
  • CONSULTE a capacidade financeira.
  • Monte uma LISTA DOS SERVIÇOS que serão feitos.

Para cada atividade listada, elabore um cronograma de ação. Existem serviços que não demandam projetos, como por exemplo: trocar torneiras dos banheiros. Já outros necessitam iniciar antes do término das aulas, pois exigirão mais tempo e outros, que precisam de preparo prévio, com projetos e visualização de soluções.

Em um mural ou na folha do computador, monte seu CRONOGRAMA DE AÇÃO. Nossa sugestão é que você monte um cronograma que mostre cada tipo de serviço e a sequência de tarefas que devem ser delegadas com antecedência para sua conclusão.  

Veja o exemplo:

reforma escolar

Nós criamos mais modelos de Cronograma de Ação para Reforma Escolar para te ajudar a elaborar o seu.

Viu como fica bem visual enxergar sua próxima reforma?

Agindo com antecedência, contratando (sempre que necessário) um projeto detalhado e bem feito, sabendo as etapas, seus prazos e quem vai se responsabilizar por cada tarefa, fica muito mais fácil. Imprevistos até acontecem, mas temos certeza, que serão bem menores e caso ocorram, o tempo estará a seu favor.

*Conteúdo produzido pela Arquiteta Arlete Falcão – com mais de 20 anos de experiência e atuante no segmento educacional.

Leia mais: 10 coisas que você precisa fazer antes da reforma do prédio escolar.

Leia mais:  Reforma é a melhor solução? – Ebook

Compartilhe
  • Enviaremos um email para agendarmos o horário mais conveniente para você