O Facebook é a mídia social mais usada no mundo, a quantidade de usuários aumenta dia após dia. A própria organização criou um guia para educadores, que auxilia o uso da plataforma em sala de aula. E é sobre as suas diretrizes que vamos tratar neste texto.

Para sua escola

Enquanto estratégia de marketing educacional, é importante que a sua escola possua presença digital nos canais em que seu público está. Para isso, você pode criar uma company page, ou seja, um perfil não-pessoal, para divulgar novidades, calendário de eventos, incentivar pais e alunos a trocarem experiências e relatos sobre a instituição, publicar notícias e ainda fazer campanhas de anúncios para captar novos alunos.

O guia ainda aborda temas como cidadania digital e comportamento online, além de dar instruções sobre como usar a Internet de forma segura, ética e responsável.

Veja aqui: Como criar uma company page para sua escola

Em sala de aula, há muitas oportunidades:

1. Ajudar a desenvolver e seguir a política da escola sobre o Facebook.

Neste item, é indicado que as escolas criem políticas de uso da rede social entre pais, alunos e professores. Faça uma discussão sobre o uso em sala de aula, o comportamento dos alunos e a influência dos pais neste momento, estenda o convite a todos já no início do ano letivo.

2. Incentivar os alunos a seguir as diretrizes do Facebook.

Uma das principais diretrizes do Facebook está relacionada à segurança do usuário no ambiente virtual. Uma delas proíbe menores de 13 anos a usarem a rede social, outro ponto está relacionado a cyberbullying.

3. Permanecer atualizado sobre as configurações de segurança e privacidade no Facebook.

As configurações de privacidade podem ser alteradas, é indicado que apenas seus “amigos” consigam ver informações sobre seu perfil, suas fotos e os conteúdos que você compartilha. Repasse estas informações aos seus colegas, aos seus alunos e pais.

4. Promover a boa cidadania no mundo digital.

Para o Facebook, o conceito de “cidadania digital” envolve três pontos:

  • Comportar-se de maneira civilizada no mundo virtual da mesma maneira no mundo “real”;
  • Comportar-se com responsabilidade no âmbito online
  • Cuidar uns dos outros assim como na vida real.

Discutir os limites de privacidade, cyberbullying e outros dilemas trazidos pelas redes sociais pode dar um ótimo tema de redação, não acha? Trazer o debate de convivência digital pode ser uma maneira de incentivar bons comportamentos e reflexões sobre o comportamento em sociedade e como melhorá-lo.

5. Usar as páginas e os recursos de grupos para se comunicar com os alunos

Há diversas maneiras de fazer uma boa comunicação com os estudantes e seus responsáveis por meio do Facebook. Os chamados grupos podem ser uma ótima opção. Você pode criar grupos “fechados” para que os conteúdos sejam visíveis apenas para seus participantes. Já na company page, que funciona como perfil da escola, todos podem ver, comentar e compartilhar suas opiniões. A criação de uma página da sua instituição na rede social está relacionada a marketing educacional e também à divulgação de eventos relevantes para a comunidade.

Não deixe de ter um calendário regular de postagens para engajar as famílias e, quando estiver habituado à rede, considere investir alguma verba em mídia. As publicações orgânicas do Facebook – quando não são patrocinadas – chegam a menos de 2% dos usuários que curtiram a sua página.

6. Adotar os estilos de aprendizagem digital, social, móvel e “sempre ligado” dos alunos do século 21

De acordo com o Facebook, a plataforma quando usada seguindo as “boas práticas”, pode ajudar os professores a um estilo de aprendizagem mais próximo do aluno que está online. O documento cita quatro principais atributos:

  • Interação
  • Processo de aprendizagem autêntico: O aluno ganha um papel ativo no processo de aprendizagem;
  • Colaborativo: Os alunos tendem a trabalhar melhor em grupo.

7. Usar o Facebook como recurso de desenvolvimento profissional.

Uma dica para você é curtir páginas relacionadas à sua disciplina e à educação, desta maneira você poupará seu tempo e ainda se manterá atualizado.

Este material tem o intuito de ajudar você professor a utilizar as redes sociais de uma maneira mais confortável e segura em sala de aula, baseado em um documento criado pelo Facebook. Para maiores informações clique aqui ou acesse todo o documento por aqui.

Compartilhe

Acompanhe a Tuneduc nas redes

Leia mais no blog